Começou 2022 - Previsões de Nostradamus, ou quase isso

Previsões e conjecturas de otimismo para dar a volta por cima em 2022.


O que me apresenta é que o mercado Português acorda em 2022 acreditando na Propaganda e o Marketing como fator indispensávelde sucesso. Segundo a Midiatrends a TV absorve 50% do mercado publicitário em Portugal. O digital registou uma forte aceleração com um aumento de cerca de 30%, alcançando cerca de 300 milhões de euros em receitas totais em 2021 com uma aceleração de 17%, liderado pelo vídeo (22%) e redes sociais (19%), seguidos pelo 'search' (17%).Os 20 maiores investidores publicitários, para este ano estão encontramos as empresas da grande distribuição, a de grande consumo, telecomunicações, e automóveis.


Com números como este e a urgência de sair fora da casinha, o mercado português se adequa e busca entender a mecanismos de ação perante ao consumidor. A visão de que "o turista vai passar na minha porta e comprar" já não tem mais espaço na realidade atual de consumo.


Investir na imagem e buscar canais diversos, traz ao menos a segurança de não colocar os ovos em uma só sexta.


As pespectivas são boas, segundo Paulo Ribeiro - @negocios.pt a Eurosat divulga que "A economia portuguesa ficou apenas atrás da Áustria e da França nos meses do verão, face ao trimestre anterior."


As estimativas da Comissão Européia é que Portugal vai voltar a crescer significativamente acima da zona euro em 2022. Certamente investir em planejamento, na diversificação de plataformas de mídias será fundamental para ter espaço neste crescimento. Bem, as cartas foram jogadas na mesa, agora vamos trabalhar!

40 visualizações0 comentário